As 10 profissões mais felizes e infelizes do mundo – Ciência Maluca

Os profissionais mais felizes do mundo, de acordo com uma pesquisa da Universidade de Chicago (EUA), são os membros do clero. Faz sentido, né? Taí uma profissão em que, se o pessoal fosse infeliz, ficaria feio. Pelo menos a minha profissão está entre as 10. rsrs

Dá uma olhada no top 10.

1 – Clérigos

2 – Bombeiros

3 – Fisioterapeutas

4 – Escritores

5 – Professores de educação especial

6 – Professores

7 – Artistas

8 – Psicólogos

9 – Vendedores de serviços financeiros

10 – Engenheiros de operação

A maioria desses trabalhos se baseia em ajudar pessoas — é a isso que os pesquisadores creditam a boa colocação no ranking. Para outros, como escritores e artistas, parece que a autonomia e a liberdade de expressão são as responsáveis pela felicidade. Os vendedores de serviços financeiros, por sua vez, ganham comissões generosas, e os engenheiros de operação talvez se divirtam com brinquedões como escavadeiras e guindastes.

Como bônus, pega aí o top 10 das profissões mais infelizes do mundo, feito pelo site CareerBliss — elas, curiosamente, tendem  a ser mais bem pagas do que as profissões listadas acima (e mais chatas também, impossível não dizer).

1 – Diretor de tecnologia da informação

2 – Diretor de vendas e marketing

3 – Gerente de produto

4 – Desenvolvedor web sênior

5 – Especialista técnico

6 – Técnico em eletrônica

7 – Secretário judicial

8 – Analista de suporte técnico

9 – Operador de CNC

10 – Gerente de marketing

E aí, se encontrou no meio de algum desses dois rankings?

via http://super.abril.com.br/blogs/cienciamaluca/quais-sao-as-10-profissoes-mais-felizes-e-infelizes-do-mundo/

Sobre perini

José Carlos Perini publicou 49 posts no seu blog.

Professor universitário Faculdade Metrocamp e People Computação Oracle Certified Professional, Java SE 6 Programmer

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply