Comandos de entrada em Java – parte 2 (classe Scanner)

Veja neste artigo outra forma muito comum de entrada de dados na linguagem Java – a classe Scanner

Disciplinas: Algoritmos, Programação Orientada a Objetos e Estruturas de Dados Aplicadas

Prosseguindo o assunto entrada de dados na linguagem Java, vamos apresentar outras maneiras de input de informação para um programa Java.

1.    A classe Scanner

Scanner é uma classe que utilizamos para fazer a leitura de dados digitados no modo Console. A classe tem vários métodos, que recebem a String digitada e convertem para o tipo correspondente à variável que guardará essa informação.

A classe Scanner se encontra no pacote java.util. Por isso, para ser utilizada, devemos importá-la utilizando uma diretiva import.

A classe Scanner deve ser instanciada da seguinte forma:

Scanner entrada = new Scanner(System.in);

 

Métodos da classe Scanner:

– String nextLine() – Lê a próxima linha da entrada.

– String next() – Lê a próxima palavra da entrada (delimitada por um espaço em branco).

– int nextInt(), double nextDouble() e float nextFloat() – Lê a próxima sequência de caracteres que representa um número inteiro ou número de ponto flutuante.

Segue o exemplo abaixo:

entrada2Codigo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Figura 1: o código exemplo

Segue abaixo, a compilação e execução do programa via prompt de comandos:

entrada2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Figura 2: Entrada de dados com a classe Scanner

Vemos no exemplo que os dados são inseridos no console e atribuído às variáveis através dos métodos da classe Scanner. Observamos também que ao digitar a altura, devemos digitar com a vírgula em vez de ponto, como é comum no sistema decimal americano.

Se estivermos utilizando uma IDE como o Eclipse, a entrada dos dados será através da console. Segue abaixo o exemplo:

entrada2Eclipse

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Figura 3: Utilizando a classe Scanner no Eclipse

 Conclusão

Nesse artigo mostramos como entrar com dados através da classe Scanner. É importante ressaltar que também essa forma é utilizada apenas em ambiente de desenvolvimento, para testar as funcionalidades do programa.

 

Sobre perini

José Carlos Perini publicou 50 posts no seu blog.

Professor universitário Faculdade Metrocamp e People Computação Oracle Certified Professional, Java SE 6 Programmer

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply